quinta-feira, 11 de março de 2010

Saudades de Tudo

É por você que senti saudades de mim
É por mim que esqueci de você
É por nós que sumi por uns tempos
É pelos outros que critico a todo momento.
É sim por causa da lua que tornei-me mar
Para ficar assim debaixo de você sempre.
É pelo deserto que tornei-me miragem
Para esconder-me de você sempre que necessário.
É pelo vinho que tornei-me água
Para curar ressaca no dia seguinte.
É pelo coração que tornei-me razão
Para ser chamada de calculista por você.
Faço-me e invento sempre e cada vez que aparece,
Como o vento furioso cantando
Sem importar com quem ouve.
É por você que mexe comigo que choro
Sempre que lembro no pé do ouvido.
É por você que senti saudades de mim
É por mim que esqueci de você
É por nós que sumi por uns tempos
É pelos outros que critico a todo momento.

Leticia Duns

4 comentários:

Maldito disse...

"è por mi que esqueci de você!" Muito excelente essa frase!

Descobrindo Um Novo Ser Lunático disse...

Valeu pela visita !!!

Bjsss

Fernando disse...

Poema com refrão, meio trovadorismo, gostei demais, saudade é bom, eu pelo menos gosto, significa que você viveu a vida e não ficou olhando ela passar.

Bjos

Fernando

Débora Cristina Vasconcelos disse...

Simplismente fantástico!
Parabéns

Bjsssssss