terça-feira, 30 de março de 2010

Colecionadora de Almas e Identidades

Mesmo quando se resolve esquecer que existiu, e se vê lá no fundo nenhuma gota de ilusão e esperança daquela alma que acabou de sair de dentro, e não se encontra vestígios de experiências vividas pelo habitante anterior, e corre- se atráz do que é ou do que será, mesmo diante de tudo isso, não descobriremos por quê.
Por quê de tanto sofrimento pelas pessoas se elas só enxergam a si mesmas (invenção de espelhos).
Por quê de tanto prendimento por afetos e amores se o que se tem deles são apenas ilusões?
Por quê tantos questionamentos de quem é se você apenas está definido pelo seu nome na carteira de identidade?
Não cabe enumerar os por quês, esses que ditaria seriam os meus e de várias outras pessoas sem respostas.
Somos pessoas sem respostas sim e identidades sem alma também.
Mostra-me a tua alma?
Enquanto isso coleciono "identidades de almas passadas"...

Leticia Duns

4 comentários:

Fernando L. disse...

Mario Quintana disse: Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro. Sei, mas e quando você entende perfeitamente do que fala um texto? Resposta: É por que foi um sábio que escreveu e os sábios sabem se fazer entender.

Bjos
O carinha que mora logo ali

Descobrindo Um Novo Ser Lunático disse...

Nossa Fê que felicidade !!! Você é D+.

Muito obrigado, trabalhar o dia inteiro, chegar no fim da tarde e ler isso é muito gratificante !!!

Bjs
Carinha que mora logo ali...

Michele disse...

Entendo... Não há porquês. Por isso desisto um pouco das perguntas e apenas vivo!

Muito obrigada por sua visita e meu blog! Adorei o seu espaço também! :)

Um beijo grande!

Descobrindo Um Novo Ser Lunático disse...

Obrigado Michele, fico feliz que tenha gostado !!!

Beijos
Leticia Duns