quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

É Necessário Partir

É nessa hora que devemos abrir mão do grande amor da nossa vida para que se possa fazer feliz mesmo que não querendo, mesmo que longe ou perto, ainda mesmo que amando eternamente ou intensamente no instante alto do amor.

Não queria que essa hora marcasse em meu velho e incansável relógio de pulso, mas tudo insiste em me lembrar que não devo esquecer-me de você para que não se sofra por amores não resolvidos, mas sinceramente, queria que tivessem inventado algum tipo de lavagem cerebral que apagasse o que sentes, assim, sofreria eu sozinha pela perda do meu grande e único amor até então.

Mas insisto que as horas me apressam e vou aos seus embalos, insisto também em dizer que amo sem querer magoar, mas já deixando marcas profundas que sempre acabam em impressões incorretas.

Então, não vou, mas elas [as horas, invenção puramente desnecessária] me levam com algemas mesmo sem minha vontade e, quando percebo já estou tão longe que não consigo nem te sentir mais.

Essa falta de sentir é que dói apertadamente e que machuca mesmo sem lembrar-se de ti, pois por mais que tente arduamente, sua voz me vem à memória de súbito, e como não reconhecendo, fico neste estado de questionamento do que estaria sentindo enfim, se meu amor nem quer ser sentido.

Do que estaria sentindo enfim já que não sei como definir por si só o que o amor quer dizer, o que ele quer para mim e para você, em todos os casos provavelmente tal definição seria impossível, pois impossíveis são os amores como o nosso, mas somente a vista dos incrédulos, pois aos olhos do coração ele estará sempre vivo, aconteça o que acontecer.

Insisto por fim que se faz necessário partir, sem deixar meus vestígios em sua boca, em seu rosto, na sua roupa jogada sobre a cama, nos lençóis e travesseiros, na sua vida, na sua alma. Partir sem mesmo ter um dia existido.

Leticia Duns

2 comentários:

Fernando Leite disse...

O raiva que me dá da Letícia, eu passo um tempinho afastado ela enche de texto aqui, nem sei por onde começar. rsrsrs

Mas parabéns pelo texto muito bonito


Beijos,

Fernando

Descobrindo Um Novo Ser Lunático disse...

kkkkkkk só vc mesmo viu!!! rsrsrs

Valeu ! O texto não é tão lindo mas sim as interpretações !!!

Bjsss